Diva em Plastik



Mais plástica e consumível
Que um saco de hipermercado.
 Todos os adereços
Parecem gritar:
-Escrava de mercado.
Batom…
 Cor de cabelo garrida
Quais néons a anunciar,
Superfície colorida
Em alma corrompida.
                                                         

Olhar inexpressivo de boneca
Eternamente focado,
 Num horizonte Moldado
Como um eco de espelho.


A conversa afectada,
Pomposa,
Sem expressão de dúvida
Prodigaliza máximas
De qualidade duvidosa.


Uma foto!
Como prova de identidade,
Manifesto de exotismo
Sobre ossos
De irritante normalidade.


Por favor muda o sabor,
Pois até uma goma
 Deve ter paladar variado.
E eu já não aguento mais
Este pesadelo açucarado.









4 comentários:

  1. As Barbies venceram rsrsr...Abraços

    ResponderExcluir
  2. Elisabete e Fátima obrigado pela simpatia. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Parabens pelo blog
    estou seguindo
    beijoos
    http://maristelasaldanha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir